PatoBranco.com

Sudoeste gerou mais de 4,6 mil novos empregos em 2016

Publicado em: 28/11/2016 14:25

Na contramão do Estado e do País, nos dez primeiros meses de 2016, o Sudoeste do Paraná foi responsável pela geração 4.693 novos empregos – crescimento de 144% comparado a 2015. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o resultado deve-se, principalmente, ao município de Capanema, que registrou aumento de mais de 5.000% no último ano, chegando ao final de outubro com 2.678 novos empregos.

Com a construção da Usina Hidrelétrica do Baixo Iguaçu, funções como servente de obras, carpinteiro, armador de estrutura de concreto, soldador, montador de máquinas, pedreiro, mestre de obras e operador de betoneira estão entre as que mais admitiram trabalhadores e que contabilizam o maior saldo de empregos. Tradicional no município, a avicultura de corte foi o setor que mais empregou, mas também o que mais demitiu, porém, mantém o segmento entre os maiores saldos positivos na geração de empregos.

Em seguida está Francisco Beltrão, que no passado amargou números negativos, mas que fechou o decemestre com 372 novos postos de trabalho. Palmas é o terceiro com 242, seguido por Pato Branco com 222 novos empregos. O maior saldo negativo foi registrado por São João, com -143 vagas.

Por sua vez, o Paraná chegou ao final de outubro com 910,6 mil contratações e 932,2 mil demissões, ou seja, mais de 21,5 mil pessoas na fila do desemprego. Em nível nacional, esse número chega a 792,2 mil trabalhadores que perderam seus empregos e não conseguiram se realocar no mercado de trabalho neste ano.



Fonte: RBJ - Guilherme Zimermann
Foto: RBJ Guilherme Zimermann

Foto

Notícias Relacionadas