PatoBranco.com

Depois de série, pedidos de ajuda contra suicídio aumentam 50% no Paraná

Publicado em: 13/04/2017 08:09

A série "13 Reasons Why", produzida pela Netflix e que estreou no último dia 31, trouxe à tona a realidade acerca do bullying e do suicídio entre jovens. E com a grande repercussão alcançada pela atração, também cresceu significativamente a procura por apoio emocional e atendimentos de prevenção ao suicídio no Paraná.

De acordo com o Centro de Valorização da Vida (CVV), ainda não há um levantamento oficial sobre o aumento na busca por assistência no estado, o que deverá ser feito no final deste mês, quando as diversas seccionais do CVV fecham o balanço mensal. Contudo, o porta-voz da organização em Curitiba, Quintino Dagostin, estima que a demanda por atendimento cresceu em torno de 50% nas duas últimas semanas.

Ainda segundo o voluntário e porta-voz do CVV, embora a maior parte dos atendimentos ainda seja via telefone, com a série alcançando um público mais jovem acabou também acarretando no aumento da procura por assistência pela internet, seja via Skype ou e-mail.

"A série acabou dando um boom, realmente. Aumentou em torno de uns 50%, porque antes não tínhamos muitos atendimentos via online, seja por Skype ou e-mail. Nos últimos dias, contudo, nos horários de pico, entre 18 horas e 3 horas da madrugada, chegamos a ter uma fila de 300 pessoas esperando atendimento, além de estarmos com uma média de 15 a 20 e-mails a serem respondidos diariamente por voluntários", comenta Quintino.

O aumento dos pedidos de ajuda tem expliocação. É que o Netflix disponibilizou no site http://www.13 reasons why.info/#bra os contatos da associação, que ainda é mencionada no "Tentando Entender os Porquês", uma espécie de making of da série.

Desde 1962 no Brasil, o CVV marca presença em mais de 18 estados e o Distrito Federal, contando com 72 postos de atendimento - no Paraná, além de Curitiba, o Centro também está presente em Maringá, na região norte. Para entrar em contato com os voluntários, basta ligar para os telefones 141 (24 horas) ou (41) 3342-4111, ou ainda entrar em contato pela internet, através do site www.cvv.org.br via chat, VoIP (Skype) e e-mail.

Suicídios de jovens cresce 39% no Paraná

De acordo com dados do Ministério da Saúde, desde 1996, quando teve início a série histórica do Datasus, o número de suicídios envolvendo jovens - com até 19 anos - no Paraná cresceu 39%.

No primeiro ano do levantamento haviam sido 36 ocorrências, mas em 2015, último ano com dados disponíveis, o número já havia saltado para 50. Até 2011 a maioria dos anos fechava com menos de 50 ocorrências, mas desde que 2012 registrou 61 suicídios, maior índice anual da história, as ocorrências permanecem acima da média histórica.

A situação paranaense, contudo, não é um fato isolado. Segundo o Datasus, no mesmo período o índice de suicídios entre jovens no país cresceu 48,3%, saltando de 468 óbitos em 1996 para 694 em 2015, maior número da série histórica, com uma média de quase dois suicídios por dia.

Além disso, desde 2009 o índice vem aumentando consecutivamente, sendo que desde 2012 se mantém acima dos 600 suicídios por ano.

Número de voluntários também em alta

Além do aumento no número de pessoas procurando atendimento, a série "13 Reasons Why" também fez crescer a quantidade de pessoas dispostas a doar seu tempo para oferecer auxílio emocional. Entre os dias 17 e 19 deste mês acontecerá o próximo curso de voluntários e, segundo Quintino Dagostin, já é grande o número de inscritos.

"Tem bastante gente nos procurando para virar voluntário", afirma o porta-voz do CVV.

Aqueles que quiserem participar devem entrar em contato pelo telefone 141 para buscar mais informações ou então ir direto ao endereço do CVV no dia 17, às 19 horas. O centro fica na Rua Carneiro Lobo, numero 35, e o curso inicial acontecerá das 19 às 22 horas.

"São três dias para conhecimento do todo e depois faz-se em torno de 50 horas de curso, com 3 horas por semana, para estar ciente se tem condições para atender sem se envolver emocionalmente, porque o voluntário tem que se conhecer para melhor atender", explica Quintino.



SUICÍDIOS DE JOVENS

BRASIL


2015: 694

2014: 685

2013: 652

2012: 643

2011: 569

2010: 530

2009: 507

2008: 516

2007: 519

2006: 553


PARANÁ

2015: 50

2014: 46

2013: 45

2012: 61

2011: 38

2010: 35

2009: 34

2008: 35

2007: 27

2006: 50

Fonte: Bem Paraná
Foto: Imagem Ilustrativa

Foto

Notícias Relacionadas