PatoBranco.com

PARANÁ - Polícia Civil investiga golpe de meio milhão de reais

Publicado em: 30/11/2017 05:43

Meio milhão de reais foi o valor que um empresário, de 54 anos, de Umuarama, perdeu no último fim de semana num estacionamento de supermercado em Arapongas. A entrega de US$160 mil dólares era o passaporte para o empréstimo de R$ 2,8 milhões, que deveriam estar dentro de uma mala de viagem. Após trocar as bagagens, o empresário seguiu para o aeroporto local, onde havia deixado seu jatinho particular, foi conferir o dinheiro e percebeu que as notas não passavam de simples material publicitário.

O delegado do caso Marcos Fernando da Silva Fontes, chefe da 22ª Subdivisão Policial de Arapongas, revela que o golpe começou a ser delineado há cerca de dois meses. Um conhecido do empresário, também de Umuarama, ficou sabendo que ele estaria precisando de dinheiro. A partir desse momento teria começado a intermediar um empréstimo através de uma financeira de Minas Gerais.

"O advogado do empresário e o intermediador viajaram recentemente à Juiz de Fora, onde teriam conversado com o suposto dono da financeira e acertado os detalhes do empréstimo", detalha. Ao retornarem para Umuarama, o advogado teria ficado responsável de acertar a parte jurídica para fazer a entrega dos valores. "Decidiram fazer a transação em Arapongas, porque teriam outros negócios para fecharem nessa região. Para isso, o empresário veio de jatinho acompanhado do advogado e dois policiais militares", diz.

Todos os envolvidos, inclusive o intermediador, foram ouvidos, por volta das 21 horas de sábado, na delegacia e liberados. O golpe aconteceu por volta das 17 horas.O delegado explica que os golpistas colocaram doze notas de R$ 100 por cima de 12 blocos de notas, que deveriam ter cada um R$ 100 mil em uma espécie de golpe do paco um pouco mais sofisticado.

Nas notas, como é frequentemente usado por financeiras, de um lado está escrito "material de publicidade, sem valor" e do outro " nome e endereço", além de estarem com a mesma numeração. Na noite de sábado, a Polícia Militar (PM), de Arapongas, realizou diversas rondas com o intuito de localizar o veículo usado pelos estelionatários.

Duas pessoas

No carro, um Peugeot, de cor preta, haviam pelo menos duas pessoas. O intermediador não participou da transação. "Estamos averiguando todas as informações repassadas. A princípio os autores do golpe irão responder por estelionato e até por formação de quadrilha, dependendo do número de pessoas envolvidas", diz.

Fonte: Umuarama News/TN Online
Foto: Umuarama News/TN Online

Foto

Notícias Relacionadas