PatoBranco.com

Justiça decide soltar Joesley Batista, pivô das denúncias contra Temer

Publicado em: 09/03/2018 16:14

O empresário Joesley Batista, dono da JBS e pivô da crise que quase causou o afastamento do presidente Michel Temer em 2017, será solto nesta sexta-feira (9), em São Paulo, por decisão da Justiça. O ex-executivo da J&F Ricardo Saud também deverá deixar a cela em que está na Papuda, em Brasília.

A decisão foi tomada pela 12ª Vara Federal do Distrito Federal já que o processo tinha sido enviado a ela pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin. A informação foi confirmada pelo advogado do empresário, André Callegari.

"A prisão preventiva não tinha mais fundamento porque o prazo para ela, de 120 dias para as organizações criminosas, já tinha se esgotado. O argumento de que eles poderiam destruir provas já tinha sido superado porque elas já tinham sido todas colhidas", afirma Callegari. Ele diz que está apenas aguardado o alvará de soltura para que Joesley saia da prisão.

O dono do frigorífico JBS estava preso por causa do processo do "quadrilhão" do MDB, sob a acusação de ter dado propina ao partido.



Fonte: Gazeta do Povo
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Foto

Notícias Relacionadas