PatoBranco.com

Ampére registra morte por Gripe H1N1

Publicado em: 11/04/2018 18:00

Um homem morreu na noite desta terça-feira (10), em Ampére devido as complicação da gripe influenza A H1N1. A vítima de 57 anos deu entrada no Hospital Santa Rita há alguns dias com sintomas da doença, após o agravamento ele foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva de Francisco Beltrão onde permaneceu internado e na noite desta terça não resistiu e entrou em óbito.

O homem era morador do bairro Santa Mônica e a morte dele deixou toda a população em alerta. Segundo informações da Secretaria de Saúde de Ampére, vários pacientes foram atendidos no hospital com sintomas da influenza, os quais passaram por exames e aguardam resultado. Duas profissionais do hospital Santa Rita foram afastadas das atividades por estarem sob suspeita de influenza também.

Segundo a Diretora Clínica do Hospital e Maternidade Santa Rita, Licéia Bono, os profissionais estão trabalhando com máscaras e algumas medidas sobre o horário de visitas também foram adotadas. A diretora pede a colaboração e compreensão das pessoas para que evitem frequentar o hospital, especialmente quem procura atendimento para casos simples, como renovação de receitas, consultas periódicas, as quais podem ser feitas nas Unidades Básicas de Saúde.

Segundo a 8ª Regional de Saúde de Francisco Beltrão, nos 27 municípios existem 34 notificações da Influenza A, sendo 10 casos confirmados.

Os municípios com casos notificados de gripe são Santa Isabel do Oeste, Realeza, Bela Vista da Caroba, Dois Vizinhos, Francisco Beltrão, Planalto e Ampére. Com a confirmação para influenza são Santa Isabel, Bela Vista da Caroba e Ampére.

A campanha de imunização dos grupos prioritários aqui no Paraná inicia no próximo dia 23 deste mês. Deverão receber a dose, pessoas com doenças crônicas, crianças de seis meses a quatro anos de idade, gestantes, mulheres de pós-parto, profissionais da saúde, indígenas, presos e professores.

Fonte: PPNews
Foto: Reprodução Internet

Foto

Notícias Relacionadas