PatoBranco.com

Itaipu abre as comemorações de 44 anos com programação variada

Publicado em: 09/05/2018 04:53

A Itaipu Binacional está preparando uma ampla programação para comemorar os 44 anos da empresa, no próximo dia 17. Foi nesta data, em 1974, que os governos do Brasil e do Paraguai criaram a entidade binacional que se tornaria a maior usina hidrelétrica do mundo em geração de energia.

A programação começa já nesta semana, na quinta-feira (10), com a celebração de outro aniversário: os 40 anos do Laboratório de Tecnologia do Concreto. A festa está marcada para as 15h, com a participação de empregados da área técnica e diretores brasileiros e paraguaios.

No dia seguinte, sexta-feira (11), estão agendadas duas atividades. Às 14h30, os colegas que completam 15 anos de casa vão plantar uma árvore no Bosque do Trabalhador. Neste ano, são nove os empregados que chegam a uma década e meia de empresa. Familiares dos empregados poderão acompanhar o plantio.

À noite, a partir das 20 horas, no Hotel Rafain Palace, ocorre o tradicional jantar em homenagens aos empregados com 15, 25, 30 e 35 anos de empresa, além dos colegas recém-aposentados.

O ponto alto da programação será no dia 17 (quinta-feira), às 16h30, no Cineteatro dos Barrageiros, com a saudação dos diretores aos empregados e a avant-première do novo filme institucional de Itaipu. Haverá esquema especial com ônibus para levar o público até o local. Mais informações sobre o transporte serão divulgadas na próxima semana.

O novo vídeo terá aproximadamente 15 minutos e foi gravado com tecnologia 6K (será finalizado em 4K), com altíssima resolução. As gravações ocorreram entre janeiro e fevereiro, com a participação de empregados e de empregadas de diferentes áreas da empresa. O vídeo será exibido aos turistas que visitam a usina no Centro de Recepção de Visitação (CRV). Haverá ainda uma versão reduzida (cerca de 8 minutos) para divulgação da empresa em apresentações e eventos.

No mesmo dia, às 19h, o Ecomuseu de Itaipu abre a exposição Alfredo Andersen, Traços e Cores do Paraná, com 20 obras provenientes do Museu Alfredo Andersen, de Curitiba. Norueguês radicado no Brasil, Andersen (1869-1935) é considerado o pai da pintura paranaense.

A exposição segue até o dia 2 de setembro e poderá ser visitada sempre da 9h às 17h. Além das pinturas (retratos, cenas de gênero e paisagens), também serão expostas objetos pessoais do artista.

Fonte: Itaipu Binacional
Foto: Itaipu Binacional

Foto

Notícias Relacionadas