PatoBranco.com

População espera ansiosa e desconfiada a pavimentação da PR-912

Publicado em: 23/05/2018 06:19

O asfalto da estrada Coronel Domingos Soares-Palmas sai ou não sai? É a pergunta que a população de ambos os municípios tem feito, desde a assinatura da "ordem de serviço" para a obra, no dia 04 de abril, na Câmara de Vereadores domingossoarense.

Naquela solenidade, conduzida pelo então secretário-chefe da Casa Civil do Paraná, Valdir Rossoni (PSDB), entre discursos, agradecimentos e abraços, foi assinada a ordem de serviço para que um consórcio de empresas de Santa Catarina conduzisse as obras. Porém, quase um mês depois, o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) anunciou que o referido consórcio não cumpria com os requisitos e não poderia assumir o serviço.

No mesmo comunicado, afirmava que a empresa então 2º colocada no processo licitatório também não cumpria com as exigências, declarando a terceira colocada no certame como vencedora.

Surgem ainda questionamentos sobre o fato da emissão da ordem de serviço ocorrer antes da assinatura do contrato para a execução de obras.

Em transmissão por meio de vídeo através de rede social no último domingo (20), Rossoni, que retomou seu mandato como deputado federal, foi questionado sobre o asfalto, afirmando "com certeza absoluta" que a obra sairá do papel.

Dizendo estar "angustiado" como a população que aguarda a obra, Rossini afirma que o dinheiro destinado à obra já está disponível e que a empresa já está buscando local para a sua instalação, mas reconhece que os serviços já deveriam ter sido iniciados. "Atrasa 15, 20 dias, mas acredito que nos próximos 15 dias a empresa começa a fazer o serviço. Eu tenho medo de falar data porque já errei duas, três vezes", admite.

Por sua vez, o DER aponta que as obras terão início no segundo semestre deste ano. Segundo o engenheiro do departamento, Glauco Tavares Lobo, coordenador da Unidade de Gestão do Programa do BID, concluídos os prazos legais, o vencedor é homologado, assina-se o contrato e emite-se a ordem de serviço. Enquanto isso, a população segue esperando pela resposta se, de fato, esse asfalto sai ou não sai.

Fonte: Guilherme Zimermann - RBJ
Foto: Imagem Ilustrativa

Foto

Notícias Relacionadas