PatoBranco.com

De 83 postos de diesel em lista da ANP, 75 não deram desconto de R$ 0,46 até esta segunda

Publicado em: 05/06/2018 05:16

Um levantamento mostra que em 83 postos de combustível de todas as regiões do país aponta que 75 deles (90%) não repassaram ao consumidor o desconto de R$ 0,46 no preço do diesel - que o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) havia prometido para esta segunda-feira (4).

Padilha falou em 1º de junho. Segundo ele, nesta segunda "deveremos ter já todos os postos do Brasil, em tese, com reabastecimento com preço novo e todos os postos praticando preços com a dedução dos R$ 0,46 no litro de óleo diesel".

O desconto foi uma das medidas que o governo Michel Temer tomou para tentar colocar fim à greve de caminhoneiros, que bloqueou estradas e causou desabastecimento em quase todo o país.

Veja a quantidade de postos que não repassaram o desconto

Alagoas: 5

Amapá: 6

Ceará: 5

Espírito Santo: 2

Mato Grosso: 3

Mato Grosso do Sul: 5

Pernambuco: 3

Piauí: 1

Pará: 4

Paraná: 2

Rio de Janeiro: 5

Rondônia: 5

Roraima: 1

Rio Grande do Sul: 5

Santa Catarina: 1

Sergipe: 1

São Paulo: 16

Tocantins: 5

Metodologia

Foi levado em consideração postos de combustíveis que integram o levantamento semanal da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Foram consultados os valores do diesel e do diesel S-10 (obrigatório para veículos fabricados a partir de 2012). A ANP consulta ao todo cerca de 5.900 postos.

Repórteres em todo o país foram até os postos nesta segunda para conferir os preços e compará-los aos praticados entre 14 e 21 de maio, este último o dia em que a greve começou. O levantamento diz respeito aos estados de Alagoas, Amapá, Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins.

Carlos Marun havia dito que os postos deveriam, já a partir desta segunda, de fixar uma placa com o preço do diesel cobrado em 21 de maio. Esta placa, na maior parte dos casos, não existe. A portaria que regulamentou a questão, entretanto, apenas obriga os postos a divulgar a redução, sem dizer de que forma.

Na maior parte dos casos, os postos de combustível que não repassaram integralmente o desconto informaram que os estoques são antigos e que a redução R$ 0,46 se dará quando uma nova remessa de diesel e de diesel S-10 - comprado com desconto das refinarias - chegar.

Fonte: G1 Globo
Foto: Imagem Ilustrativa

Foto

Notícias Relacionadas