PatoBranco.com

Novo marco legal da Biodiversidade será tema de palestra em Pato Branco

Publicado em: 11/06/2018 03:58

Contemplando todas as espécies e seres existentes na biosfera, a biodiversidade, a cada dia se dispõe como assunto altamente interessante e urgente em nosso dia a dia. Presente em todas as áreas da sociedade, e matéria-prima essencial para uma ampla gama de setores, como os de biotecnologia, agricultura, nutrição, indústria farmacêutica e de cosméticos, biorremediação, biomonitoramento, produção de energia renovável, entre outros, a biodiversidade possui em si, mecanismos que favorecem a existência.

O Brasil tem destaque mundial quando o assunto é biodiversidade, e tem exercido papel fundamental em debates sobre o tema, com contribuição decisiva para as assinaturas da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB), em 1992, do Tratado Internacional sobre Recursos Fitogenéticos para Alimentação e Agricultura (Tirfaa), em 2004, e, mais recentemente, do Tratado de Nagoya, em 2010. Além disso, foi um dos pioneiros na implementação de um marco legal estabelecendo regras para o acesso à amostra de patrimônio genético, para fins de pesquisa e desenvolvimento, bem como para a exploração econômica de produtos e processos e a consequente repartição dos benefícios decorrentes.

Quando falamos de biodiversidade, tantos assuntos estão interligados: biopirataria, divisão dos benefícios do uso, entraves e burocracia, pesquisas e inovação, novas leis mais práticas e concedentes, além de se configurar como um tema essencial para diversos setores, como: biotecnologia, agricultura, nutrição, indústria farmacêutica, entre outros.

Nesse contexto a UTFPR - Câmpus Pato Branco, por meio da Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação (DIRPPG), em parceria com a Unidade Mista de Pesquisa e Transferência de Tecnologia (UMIPTT), realizarão no dia 13 de junho, às 9 horas, no anfiteatro do Câmpus Pato Branco, a palestra "Novo marco legal da Biodiversidade - Lei 13.123 de 2015", que será ministrada pela Zootecnista, Anna Thaís Gomes M. Dias, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), de Canoinhas (SC).

Para o diretor de Pesquisa e Pós-Graduação do Câmpus Pato Branco, doutor Sandro César Bortoluzzi, o tema da palestra, além dos aspectos já elencados, vem ao encontro da demanda interna relacionada a registro das pesquisas que envolvam patrimônio genético, feitas pelos pesquisadores da Instituição. "Esta é uma oportunidade aos pesquisadores da região Sudoeste do Paraná, que trabalham com a biodiversidade e com patrimônio genético, para que conheçam com mais profundidade o novo marco legal e com isso desenvolvam suas pesquisas com a segurança jurídica necessária" ,destacou o diretor e responsável pelo evento.

O evento é gratuito, aberto à participação da comunidade acadêmica e interessados da comunidade em geral e não há necessidade de realizar inscrições.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Foto: Imagem Ilustrativa

Foto

Notícias Relacionadas