PatoBranco.com

ROTAM, CANIL e P2 estouram boca de fumo no Centro de Pato Branco

Publicado em: 24/06/2018 08:28

A equipe ROTAM com apoio da equipe P2 monitoravam uma residência no cruzamento das Ruas Jorge Lacerda e Farrapos, no Centro de Pato Branco, onde era de conhecimento a venda de drogas no local.

Pouco depois, notaram um rapaz de moletom cinza chegar na residência, após bater, foi atendido por uma mulher. Ele pegou algo dela e saiu. Os policiais então repassaram as características, e ele acabou abordado pouco distante. Com ele uma porção de cocaína embalada em plástico.

Questionado sobre a droga, declarou ter comprado na referida residência e pegou de uma mulher pagando a quantia de cinquenta reais em apenas uma cédula.

Diante dos fatos foi realizada a abordagem na residência, onde se encontrava no seu interior uma mulher de 48 anos e sua filha de 20 anos.

Com a 'senhora' encontraram R$67, sendo uma nota de cinquenta, três de cinco e uma de dois reais. A moça estava com algo na boca, então pediram para ela 'cuspir', porém acabou engolindo, restando apenas farelos de maconha.

Com apoio do CANIL e o cão Thor, efetuaram buscas na residência, onde foi localizado um rolo de plástico filme e outros dois aparelhos celulares. Em um dos quartos encontraram 370 gramas de maconha em um pote, uma balança de precisão, uma porção de cocaína pesando 17 gramas, dez munições intactas de calibre .22.

Até que então chegou o filho de 15 anos, que ao encontrar os policiais dentro de casa ficou nervoso e investiu com socos contra os policiais sendo necessário o uso de força para conter a agressão, poder algemar e garantir a integridade da equipe e do menor.

Nisso, o menor ameaçou a equipe dizendo que iria 'matar os policiais', momento em que sua genitora não acatou a ordem de ficar sentada no sofá e investiu contra os policiais onde se fez necessário o uso de algema para garantir a integridade da mesma.

Com o menor, encontraram R$10 e um celular Samsung J5 e um comprovante de depósito.

Em mensagens no referido celular, o menor negociava compra e venda de drogas, locais para entrega, pagamento pelas drogas adquiridas conforme conversas que se referia a quantia de trezentos reais no comprovante apreendido.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão e apreensão aos envolvidos, que foram encaminhados juntamente coma a droga e objetos à delegacia local para as providências cabíveis.

Fonte: Redação PatoBranco.com
Foto: ROTAM

Foto

Notícias Relacionadas