PatoBranco.com

Obras de asfalto iniciam na comunidade de Sede Dom Carlos

Publicado em: 09/07/2018 17:29

Iniciou a pavimentação da Estrada Municipal Pioneiro Cirilo Debastiani, na comunidade de Sede Dom Carlos. A obra integra o Programa Asfalto no Campo, realizado pela Prefeitura de Pato Branco desde 2014 e que chega a 41,71 quilômetros em obras executadas e planejadas, totalizando R$ 15.776.911,78, entre recursos do Município, do Governo do Estado e do Governo do Federal.

Para a realização desta nova etapa de pavimentação asfáltica, obras de infraestrutura, limpeza nas laterais e execução da base em brita graduada, foram executadas pelas equipes da Prefeitura. Agora, o trecho de 7,56 quilômetros está recebendo o asfalto quente. A obra inicia na rodovia estadual PR-493 (sentido a Itapejara d’Oeste), na Comunidade Vila Bonita, passando próximo ao Recanto Ronsani, finalizando na Capela da Comunidade Sede Dom Carlos.

No total, em Sede Dom Carlos, estão sendo investidos R$ 2.914.559,80, sendo R$ 2.115.701,07 do Governo do Estado e R$ 798.858,73 do Município. "Esta é mais uma etapa do Asfalto no Campo, oportunizando que as principais comunidades rurais da nossa cidade sejam ligadas com asfalto, que é a nossa proposta, pois a chegada do asfalto representa uma conquista muito importante para quem reside no interior e depende da qualidade da estrada para escoar a produção", destaca o prefeito Augustinho Zucchi.

Na sequência, será asfaltada a Estrada Municipal Belmiro Caldato, na comunidade de Sede Gavião, onde serão pavimentados 8,55 quilômetros, com investimento total de R$ 3.710.656,38, sendo R$ 2.809.067,94 do Governo do Estado e R$ 901.588,44 do Município.

Um sonho, uma conquista

Para o agricultor Eurélio Polazzo, de 74 anos, que reside em Sede Dom Carlos há 45 anos, a chegada do asfalto é uma conquista. "Tava feio esse calçamento. No início, era estrada de chão, aí chegou o calçamento, nunca havíamos imaginado que o asfalto um dia chegaria, isso está sendo uma surpresa. Essa é a maior alegria que nós tivemos, pois valoriza a nossa morada", contou.

O produtor Selson Caldato, de 64 anos, morador da comunidade há 41 anos, comenta como estava a situação com o calçamento. "Era difícil, você comprava um carro e detonava no calçamento, fizemos reclamações e, agora, graças a Deus, estamos sendo atendidos. Aqui, a grande maioria trabalha com leite e precisamos da estrada para vender a produção", disse.

Já Olímpio Guarez, de 70 anos, que mora na localidade há 30 anos, recorda as dificuldades que já enfrentou em virtude das más condições do trecho. "Quantas noites levantei na madrugada pedindo cascalho, pedindo socorro, não tinha o que fazer, quando dava uma chuva, não conseguíamos sair 20 metros", recordou.

O programa inédito

A primeira estrada a ser atendida pelo Programa Asfalto no Campo foi a Pioneiro Irineu Bertani, que dá acesso à comunidade de Independência, onde foram executados 6,3 quilômetros. Em 2016, foram pavimentados trechos de mais três estradas rurais: a Pioneiro Recieri Picolo, que dá acesso à comunidade de Nossa Senhora do Carmo (6,3 quilômetros); a estrada Pioneiro Narciso Bernardi, que dá acesso à comunidade de Passo da Ilha (6,3 quilômetros); e a estrada Azelino Dalla Costa, na comunidade de São João Batista (6,78 quilômetros).

Fonte: Departamento de Comunicação Social do Município de Pato Branco
Foto: Assessoria de Imprensa

Foto

Notícias Relacionadas