PatoBranco.com

São Lourenço do Oeste autoriza licitação para reforma da segunda etapa da praça da Bandeira

Publicado em: 12/09/2018 06:08

A administração municipal de São Lourenço do Oeste, por meio da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Urbano, assinou a autorização para abertura de processo licitatório para a reforma da segunda etapa da praça da Bandeira no valor de R$ 951.911,42, sendo R$ 40.034,03 de contrapartida da prefeitura. Os recursos são via Ministério do Turismo por meio de emenda parlamentar e o contrato foi assinado na semana passada com a Caixa Econômica Federal.

O prefeito de São Lourenço do Oeste, Rafael Caleffi, explica que agora será preciso em torno de 45 dias para fazer o trâmite do processo licitatório. Depois da licitação, a obra deverá ser executada em até oito meses.

Com a equipe da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Urbano presente no ato de assinatura, o prefeito enalteceu o trabalho desenvolvido por todos e frisou que o projeto ficou muito bonito. "A nova praça dará segurança aos usuários, além de oferecer um espaço agradável e adequado de lazer", explica.

Mais obras

Na semana passada, o governo municipal e a Caixa Econômica Federal assinaram, além da praça da Bandeira, outros cinco contratos para obras, sendo três via Ministério do Turismo - revitalização da praça da Liberdade, em R$ 271.476,19, pavimentação asfáltica do acesso ao Centro de Eventos Governador Luiz Henrique da Silveira - ligando a rua Coronel Bertaso e a Via Parque -, em R$ 566.190,48, e a construção de um portal na comunidade de Lageado Antunes, em R$ 223.357,14 -, além da construção do Centro de Referência da Assistência Social (Cras), em R$ 320,428 mil, via Ministério do Desenvolvimento Social, e da construção de uma quadra poliesportiva no bairro Cruzeiro, em R$ 461.952,38, via Ministério do Esporte.

Conforme o secretário de Trabalho, Renda, Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rubens Ricardo Mocellin, com a praça da Bandeira, o montante final é de R$ 2.795.315,61, onde a prefeitura terá contrapartida de R$ 54 mil, aproximadamente. Mocellin explica que os recursos são do Orçamento Geral da União (OGU), obtidos através de emendas parlamentares.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Foto: Assessoria de Imprensa

Foto

Notícias Relacionadas