PatoBranco.com

Projeto de casa sustentável está em conclusão no Paraná

Publicado em: 06/10/2018 07:23

Uma casa baseada no consumo consciente de recursos naturais e localizada em meio à mata Atlântica. Esse é o modelo da "Casa Bromélia", projeto criado pelo casal Gabriel Zahdi e a esposa Camila Kozak Zahdi, a fim de conscientizar sobre o reaproveitamento de materiais, produtos reciclados ou recicláveis, uso do biodigestor para tratar os efluentes resultando numa água inerte podendo ser usada na irrigação do paisagismo e no projeto arquitetônico para aproveitar os espaços para melhor uso da iluminação.

A Casa Bromélia - Casa Sustentável está instalada na cidade de Rio Negro - PR, em uma área de mata nativa de 16.000 m² com 188 m² em construção. Em breve o casal irá morar na residência, já que foi toda projetada para redução e reaproveitamento do consumo de água da chuva, conforto térmico, vidros duplos, ventilação, iluminação natural e iluminação de Led, geração de energia elétrica, aquecimento solar da água e compostagem.

O imóvel é resultado de parcerias e seu nome "Casa Bromélia" também foi escolhida devido à espécie encontrada em abundância no bioma mata atlântica. O empreendimento está em busca da Certificação de Sustentabilidade avaliada pela certificadora internacional GBC - Green Building Council®, com a intenção de fornecer ferramentas necessárias para projetar, construir e operar residências com alto desempenho e práticas sustentáveis.

A ideia de construir uma casa sustentável surgiu de acordo com Gabriel e Camila da percepção de mudança de estilo de vida que eles buscam e que é um desejo de diversas outras pessoas. "O projeto apresenta benefícios para o meio ambiente, mas também traz vantagens aos moradores como, por exemplo, redução de custos com energia elétrica e água, além de um ambiente residencial agradável", pontuam. "respeito à natureza move a construção desta residência que contará com certificação sustentável. Com o projeto temos a oportunidade de provar que é possível seguir processos de sustentabilidade em qualquer residência familiar. O grande incentivo é inovar e viver rodeado do meio natural sem ferir a integralidade local".

O custo de uma casa sustentável segundo eles é praticamente igual ao de uma casa construída pelos métodos tradicionais, apesar de alguns sistemas trazerem um custo inicial mais alto, em médio prazo, tendem a gerar economia. Como é o caso, por exemplo, do sistema de aquecimento solar e energia solar. O sistema construtivo principal é do tipo convencional, com estrutura de concreto armado e alvenarias, suas variações entre tipo cerâmico oito furos. Contendo pérgolas e brises de madeira legalizada. O projeto teve início em março deste ano e está próximo da conclusão. "A residência tem sido visitada por alunos de cursos de engenharia e arquitetura e parceiros que buscam nos princípios da sustentabilidade aplicados na residência modelo para estudos", destaca Gabriel.


Parceiros - O projeto conta no momento com diversos parceiros de diferentes setores dentre eles fornecedores de vidros Linde e Cebrace, de revestimentos Elaine Revestimentos, Pedroso materiais de construção, tijolos Simette, designers de interiores Patrícia Vanderlinde, Camila Harger, Flávia Belem, Alessandra Dias Pereira, Deyse Moraes, três arquitetos Pedro Henrique Bornemann Silveira e Tassiana Langowski Fischer e Drieli Lima, engenheiros Marcos Kulcheski e Plínio Vivan Filho da Sigma Construtora, cursos de Engenharia Civil, Arquitetura da UNC-Mafra e UNIUV- União da Vitória, Prefeitura de Rio Negro, fotógrafa Simone Feijó, Weiku Esquadrias, Kroten Tintas, Estrutural Artefatos de Concreto, estudante de arquitetura Mayara Knoryk da UNIUV - União da Vitória, Ilumisol Energia Solar, Hidrotec Aquecimento Solar, estudante de arquitetura da UNC - Mafra Tiago Borges da Silva e o engenheiro civil Francisco Liebl Neto, além da Nativa Comunicação. "Possuímos diversos parceiros locais que estão sendo desenvolvidos, todos escolhidos com o objetivo de integrar e desenvolver a economia local por meio da sinergia destes profissionais, almejando no momento obter novas parcerias para compor a equipe desde a construção à finalização da casa", pontua o Gabriel Zahdi.

Saiba mais - A Casa Bromélia será a segunda casa no estado do Paraná a obter a Certificação GBC Brasil Casa®, posteriormente atendidos aos requisitos e créditos solicitados pela certificadora avaliando a residência, sua envoltória e a integração com a comunidade, busca levar o modelo para outras áreas.

O projeto da Casa Bromélia tem objetivo de estabelecer um novo modelo de habitação com a utilização de materiais e processos sustentáveis, destacando o compromisso com seus parceiros, meio ambiente e a responsabilidade social por meio de divulgação local e nacional com utilização de mídias impressas e digitais.

Fonte: Paula Patussi/Nativa Comunicação Integrada
Foto: Divulgação

Fotos

Notícias Relacionadas