PatoBranco.com

Temporais afetam mais de 2,9 mil pessoas de 17 municípios no Paraná

Publicado em: 19/10/2018 06:00

Dezessete municípios paranaenses foram afetados pelas fortes chuvas e vendaval ocorridos de quarta até esta quinta-feira (16 a 18), segundo boletim da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil. Os dados são ainda preliminares e podem ser atualizados a qualquer momento, já que as informações dos municípios continuam chegando à Coordenadoria.

Os ventos, segundo a Defesa Civil, chegaram nesta quinta-feira em média a 100 km/h. Em Apucarana foi registrado 107Km/h. Mais de 400 mil imóveis sem luz em todo o Estado, segundo a Copel.

Até agora, 2.913 pessoas foram afetadas pelos temporais, sendo que 86 foram desalojadas durante as chuvas fortes e quase 221 casas foram danificas por vendavais e granizos. "Estamos orientando as coordenadorias municipais, já que as ocorrências são pontuais, e dando um suporte com monitoramento do tempo por meio dos alertas", disse o tenente Marcos Vidal.

O município mais atingido foi Londrina (Norte), com 99 residências danificadas e 2.300 pessoas afetadas. Não há pessoas desabrigadas. Em Cambé, também no Norte, a tempestade afetou 153 pessoas e em Almirante Tamandaré (Grande Curitiba), 115 foram afetadas devido ao alagamento de algumas áreas. Neste município há 65 pessoas desalojadas, que recebem abrigo em casas de amigos e parentes.

FEIRA - Em Assis Chateaubriand (Oeste), o vendaval danificou parte da estrutura da feira ExpoAssis e as atividades nesta quinta-feira tiveram de ser suspensas por motivo de segurança. Já em Santa Cecília do Pavão (Norte) a chuva alagou as bombas do sistema de abastecimento de água e a distribuição está racionalizada.

Segundo o tenente Vidal, a maior parte das ocorrências foram em decorrência do vendaval, como quedas de árvores e destelhamentos. Os outros municípios atingidos são Foz do Iguaçu, Araucária, Campo Magro, Curitiba, Castro, General Carneiro, Guarapuava, Ponta Grossa, Rio Negro, Sarandi e União da Vitória.

SEM LUZ - A chuva deixa mais de 400 mil imóveis sem luz em todo o Estado. Na região Noroeste, entre Mandaguaçu e Querência do Norte, 209 mil imóveis estão sem energia; no Norte são 191 mil, segundo a Copel. Em Curitiba, na Região Metropolitana (RMC) e no Litoral, sete mil residências continuam sem o serviço.

De acordo com informações da Copel, a companhia está com todas as equipes mobilizadas mas não existe uma previsão de normalização do serviço em todas as regiões. Nas áreas urbanas, os trabalhos devem prosseguir durante esta sexta-feira (19) e nas áreas rurais, as equipes trabalham até sábado (20).

CHUVAS - Segundo o Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná), a tempestade veio da Argentina e continua avançando para Norte Pioneiro. Para esta sexta-feira (19), a previsão é de chuvas e trovadas isoladas, principalmente na região Norte.

ALERTAS - A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil envia alertas de mensagem de texto (SMS) que informam sobre as principais ocorrências para a região, como chuvas intensas, granizos e ventos fortes. Para receber o alerta o usuário precisa enviar por mensagem o CEP para o número 40199.

Fonte: AEN
Foto: AEN

Foto

Notícias Relacionadas