PatoBranco.com

Facebook Lite economiza internet do smartphone com visual mais simples

Publicado em: 07/07/2016 06:46

O aplicativo do Facebook é um dos principais responsáveis pelo consumo de dados do celular. A reprodução automática de vídeos e a exibição de imagens em alta qualidade podem prejudicar o usuário que não conta com uma grande franquia no plano de internet do smartphone. Pensando nisso, a rede social oferece uma versão mais leve e com menos recursos. Ocupando cerca 1,8 MB na memória, o Facebook Lite é um belo atrativo para os usuários se comparado aos 59 MB da versão tradicional.

Destinado a celulares mais simples e redes móveis com velocidade limitada, o Facebook Lite carrega fotos comprimidas e, consequentemente, mais leves. Além disso, o aplicativo não reproduz vídeos automaticamente, como na versão completa, e oferece um visual mais simples com destaque para publicações com textos para economizar a franquia do aparelho. As mudanças contribuem para carregar as informações mais rapidamente.

O Facebook Lite tem aparência bem semelhante ao aplicativo original. Além do botão do feed de notícias, a barra superior também exibe links para as solicitações de amizade, mensagens, notificações, busca. A seção também exibe o menu com mais recursos – o ícone no canto superior direito –, assim como na versão mais pesada.

De acordo com a rede social, o Facebook Lite funciona em todas as redes móveis, inclusive em 2G e áreas com conexões instáveis ou lentas. O aplicativo mantém menos processos na memória e é uma boa opção para usuários de smartphones com pouca memória RAM.

Disponível para Android 2.2 ou superior, o Facebook Lite conta com mais de 100 milhões downloads. O aplicativo é uma das ferramentas usadas pela rede social para conectar regiões sem internet e vem ao encontro de outra iniciativa, o Internet.org. O aplicativo, presente em países como Zâmbia e Colômbia, permite que usuários se conectem a vários sites sem pagar pela conexão.

Fonte: Brasil Econômico
Foto: Reprodução

Foto

Notícias Relacionadas